De olho na reeleição, prefeito de São Paulo quer ‘vigiar’ a cidade –


O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), está disposto a gastar para reforçar a segurança da maior cidade do país. Ele, que assumiu o município depois da morte de Bruno Covas, em maio de 2021, será candidato a reeleição em 2024.

Nos planos do chefe do Executivo está a contratação de um sistema de monitoramento via câmeras para vigiar as ruas da cidade. A ideia é que sejam instaladas 20 mil câmeras até 2024, ao custo de aproximadamente R$ 7 milhões por mês.

O programa Smart Sampa tinha pregão eletrônico previsto para dezembro do ano passado, mas foi suspenso pela administração para modificação de pontos criticados no projeto.

Agora, o prefeito afirma que está aguardando apenas a liberação do Tribunal de Contas do Município para relançar o edital.

“O que temos é a intenção de instalar 20 mil câmeras na cidade para reduzir a criminalidade, entre outros benefícios, como identificar quem roubou, estuprou ou mesmo quem está desaparecido. Todo lugar hoje já tem câmeras, o que precisamos é usá-las a favor da cidade”, disse Nunes ao jornal Estado de S.Paulo, na terça-feira 23.

A tecnologia vai permitir o reconhecimento fácil e a integração entre os serviços públicos. As imagens serão encaminhadas para uma central que, segundo o prefeito, será montada no prédio do antigo Correio, no centro da capital.